Assunto será tema do Agro em Questão: Pagamento por Serviço Ambiental no próximo dia 14 de agosto

O produtor rural beneficia toda a sociedade ao preservar o meio ambiente adequando sua propriedade à legislação ambiental, acreditam especialistas convidados para o Agro em Questão: Pagamento por Serviço Ambiental, que será promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) no próximo dia 14 de agosto.

“Ao adotar práticas de manejo mais conservacionistas, o produtor está provendo também serviços ambientais para a sociedade, além dos produtos agropecuários. Portanto, nada mais justo que a sociedade pague por esses serviços”, avalia Junior Ruiz Garcia, doutor em Desenvolvimento Econômico, Espaço e Meio Ambiente. “Esse talvez seja o único mecanismo capaz de auxiliar na adequação ambiental do setor agropecuário em função de suas especificidades.”

Além de um possível pagamento pelos serviços ambientais, Garcia reforça que ao preservar áreas florestais em sua propriedade, o produtor rural também pode ser beneficiado com a melhoria da qualidade e da quantidade hídrica dos cursos água, redução da erosão, redução da contaminação do solo, ar e água.

Para o pesquisador do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (USP), Warwick Manfrinato, os serviços ambientais ou ecossistêmicos são, na realidade, como a sociedade se apropria do que a natureza fornece de forma gratuita e transforma isso em benefícios. Para ele, o Agro em Questão é importante porque pela primeira os setores ambiental e agropecuário sentarão do mesmo lado da mesa para debater um tema que é interesse de todos.

“Estamos em outro patamar de discursão, temos algo concreto onde os dois lados sentam para discutir. Afinal, todos nós precisamos das questões ambientais a nosso favor e o agricultor, o pecuarista já sabem que se não houver equilíbrio com a natureza a produtividade cai. Podemos proteger a natureza e colher o benefício que ela nos proporciona.”

CAR – Segundo dados do último levantamento do Cadastro Ambiental Rural (CAR), o produtor rural é um dos principais atores na preservação do meio ambiente. Possui dentro da propriedade rural 33,2% de vegetação nativa, o que representa 282 milhões de hectares preservados em todo o País.

Edição de matérias sobre Seropédica e atualidades.

Faça o seu comentário