Aeronave caiu em área de mata e Corpo de Bombeiros atuou no resgate, mas não houve sobreviventes. Avião de pequeno porte caiu próximo a faculdade em Piracicaba

Um avião caiu em Piracicaba, interior de São Paulo, na manhã desta terça-feira (14/9). De acordo com o Corpo de Bombeiros, sete pessoas morreram no acidente. A informação foi atualizada após a chegada da equipe de socorro ao local. Inicialmente, a Polícia Militar havia divulgado de maneira preliminar que quatro pessoas estavam a bordo da aeronave. 

O avião de pequeno porte caiu próximo à Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec), no bairro Santa Rosa, explodiu e provocou um incêndio na mata. O Corpo de Bombeiros mobilizou seis viaturas para fazer o resgate, mas não houve sobreviventes. Segundo a corporação, a aeronave caiu por volta das 9h,  logo depois de decolar do Aeroporto de Piracicaba com destino ao Pará.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, estavam a bordo do bimotor o piloto, o co-piloto e cinco passageiros que seriam da mesma família. Todos morreram carbonizados.

A aeronave seria o B200GT. O avião fabricado em 2019 pertencia a CSM Agropecuária, de acordo com informações da ANAC. A empresa pertence ao empresário Celso Silveira Mello Filho, irmão de Rubens Ometto. 

A Cosan, empresa que tem Celso Silveira Mello Filho como acionista, confirmou que o empresário, a esposa e três filhos estavam a bordo do avião. “Com enorme pesar, a Cosan informa que o empresário Celso Silveira Mello Filho estava com a família na aeronave King Air 360 que caiu hoje, às 10h, em Piracicaba, causando a morte de todos os ocupantes. Celso era acionista e irmão do presidente do Conselho de Administração da companhia, Rubens Ometto Silveira Mello. Também estavam no avião a esposa de Celso, Maria Luiza Meneghel, seus três filhos, Celso, Fernando e Camila, o piloto Celso Elias Carloni e o copiloto Giovani Gulo”, diz a nota.