5 motivos pelos quais as pessoas desistem do sonho.

concurso publico

Todos os anos milhares de pessoas no Brasil prometem para si mesmas que irão mudar de vida, largar aquele emprego que paga pouco e tem um chefe mala, e finalmente conseguir sua estabilidade. E assim, iniciam o projeto da maratona do concurso público. Mas uma pergunta sempre me intriga e fica martelando em minha cabeça: por que muitos têm motivos para desistir de seu grande sonho e não conseguem atingir este objetivo? Já parou para pensar nisso?

Este é o motivo deste artigo. Desculpe-me pela franqueza das palavras que escreverei aqui, mas meu objetivo aqui é te informar e não “dourar a pílula”. Mostrarei para você o porquê de muitos guerreiros e guerreiras decidem desistir de seu sonho e acabam ficando pelo caminho. Talvez, sabendo os motivos que fazem uma pessoa se esforçar tanto e depois de certo tempo desistir, faça você lidar melhor com as dificuldades que eventualmente aparecerão. Lembre-se: concurso é uma maratona. Como tal, você terá que encarar dor, dúvida, decepções e frustrações até a linha de chegada – a aprovação no cargo para um Tribunal de contas. E saber o que você vai encarar pelo caminho muitas vezes pode ser a diferença entre chegar ao seu objetivo ou desistir.

Abaixo, listo as cinco principais causas que podem interferir na sua aprovação em um cargo público:

DESISTIR DE SEU SONHO – CAUSA #1 – INGENUIDADE

Não pense que a aprovação ocorrerá na primeira prova que você fizer. Se ela ocorrer, OK, você é uma regra à exceção e estudou num ritmo frenético que te fez passar a frente de milhares de candidatos que estavam melhores que você ou é um gênio nato. Concurso público é um projeto de médio a longo prazo e tem que ser encarado como uma “FILA”: aqueles que estão há mais tempo estudando provavelmente estão a sua frente na fila e passarão antes de você. É claro que existem formas de se “furar” esta fila, mas como já falei, não é a regra e sim a exceção. E aqueles que não se preparam para lidar com a “FILA”, são derrubados com a frustração da reprovação e desistem em seu primeiro concurso.

DESISTIR DE SEU SONHO – CAUSA #2 – CANSAÇO

Correr uma maratona é extenuante e exige demais de nosso corpo. E como a preparação para concursos é também uma maratona, devemos nos preparar da mesma forma. No começo sempre parece tranquilo. O candidato está motivado com o estudo e se sente “cheio de gás”. À medida que o tempo passa e caímos na rotina, a empolgação começa a dar lugar ao desânimo e tanto o corpo quanto a mente começam a apresentar sinais de fadiga. Neste momento você começa a pensar em dar um tempo ou começa a ceder às tentações de largar os estudos para fazer algo mais interessante. E chega a hora que você não pensa em outra coisa além de parar porque não aguenta mais estudar para um concurso que não chega ou que possui tanta matéria para estudar.

Lembre-se de que, da mesma forma que a maratona, se a pessoa vencer essa etapa crucial entrará num estado de equilíbrio e conseguirá seguir em frente indefinidamente, no seu ritmo. Rompida esta barreira, tanto o seu corpo quanto sua mente se estabilizarão e você entrará num ritmo que parecerá que ninguém te segura. Acredite.

Mas só sente isso quem já estuda muito, por um longo tempo. Nesse momento de dúvida é importante lembrar-se não só de onde se quer chegar, mas de todo o caminho que você já trilhou para chegar até este ponto, em que você pensa em desistir. Lembre-se sempre disso e nuca pare. Sempre siga em frente.

DESISTIR DE SEU SONHO – CAUSA #3 – PRESSÃO

Quem estuda para concurso enfrenta duas situações claras com a família, os companheiros e até os amigos: alguns ficam motivados e te dão uma tremenda força e outros não acreditam no seu projeto, acham que concurso é um jogo de cartas marcadas, que você está perdendo tempo, mas que alguma hora você vai acordar, desistir e tudo vai voltar ao normal.

Nos dois casos, as pessoas que te rodeiam acham que tudo vai se resolver rapidamente e que no máximo em um ano tudo vai se aprumar. À medida que o tempo passa, as pessoas começam a ficar “boladas” com a demora e passam a ocorrer as cobranças. Eu mesmo já ouvi muitas vezes que como sou inteligente já deveria ter sido aprovado, que este tipo de concurso não é pra mim, que como já consegui meu cargo público seria melhor desistir e curtir a vida… E quando há investimento financeiro de alguém próximo, como marido, irmã ou pais, a cobrança com certeza é pior ainda.

Isso acontece porque quem tem vínculo afetivo com o concurseiro se ressente da falta de tempo para passar momentos com ele e deseja que esta situação incômoda acabe logo. Fato que só acontecerá com sua aprovação ou com sua desistência. E é exatamente por isso que te pressionam sem dó nem piedade. Querem que esta “dor” acabe logo. Levante a mão o concurseiro ou concurseira que nunca teve um namorado que reclamava o tempo todo no seu ouvido que você não dava atenção pra ele, que isso estava desgastando demais a relação e bla-bla-bla!

O candidato tem que aceitar e entender que é extremamente difícil para quem está de fora compreender como todo esse processo de estudar pra concurso funciona. A gente sabe que a aprovação em muitos casos demora pra vir, mas que não significa que só porque demora a gente não vá conseguir.

Por isso, tenha calma, converse de forma franca com sua família, companheiro ou amigos e faça-os compreender que não é um projeto seu, e sim um projeto de todos. Eles realmente amam você provavelmente irão te compreender e te apoiar. Se não compreenderem, não dê ouvidos a eles, continue trilhando o seu caminho e vença todos pelo cansaço. Garanto que todo mundo irá esquecer esse período e vai “babar muito seu ovo” quando você receber seu primeiro salário de 5 dígitos.

DESISTIR DE SEU SONHO – CAUSA #4 – VERGONHA

Desde o nosso nascimento, aprendemos a ter tudo o que queremos, mas não somos ensinados a perder. Por isso, durante toda a nossa vida como estudantes, somos doutrinados a encarar a reprovação como um fracasso, e não um aprendizado para o sucesso.

Isto me lembra a história do inventor Thomas Edison. Depois de tentar 9999 vezes aperfeiçoar a lâmpada elétrica, sem sucesso, alguém o indagou: “Você vai tentar mais uma vez? Vai completar os 10.000 fracassos”? E ele, com toda a sabedoria dos grandes gênios, respondeu: “Eu não fracassei. Apenas descobri 9999 maneiras de não inventar a lâmpada elétrica”. E persistiu. O final da história você já sabe.

Assim deve ser o pensamento do concurseiro. Os tropeços que eventualmente damos por todo o caminho até alcançarmos nosso objetivo são apenas ajustes necessários para o sucesso da empreitada. Eles fazem parte do processo de aprendizado para a aprovação. Cabe a você saber onde está errando, corrigir seu erro e continuar tentando que uma hora você chegará onde deseja.

DESISTIR DE SEU SONHO – CAUSA #5 – DINHEIRO (NA VERDADE A FALTA DELE)

O mais difícil motivo de ser superado é sem dúvida nenhuma a falta de grana pra custear seus estudos. Já vi vários casos de pessoas que largaram o emprego para estudar e depois que o dinheiro acabou não tiveram forças para prosseguir com o projeto de estudos por conta desta situação. Afinal, o investimento é alto: apostilas, livros, cursos, transporte e inscrições em concursos.

Felizmente é possível achar alternativas para continuar os estudos. Há oferta de material gratuito de qualidade na internet, cursos online a preços bem camaradas (até mesmo gratuitos) e, ainda, a opção de dividir material de estudo com amigos e revezar a leitura.

Independente da alternativa que você escolher, é preciso garra, foco e determinação para não desistir. Correr atrás em vez de ficar de “mi mi mi”. E lembre-se que provavelmente a falta de dinheiro não aconteceu porque você está estudando para concurso. Deixar de estudar não vai resolver o seu problema. Veja o exemplo da catadora de lixo do Distrito Federal que conseguiu passar em um concurso público para Técnico Judiciário do DF. O projeto concurso público normalmente aparece na sua vida para conquistar um trabalho seguro e bem remunerado. Portanto, se ocorrer falta de dinheiro, NÃO DESISTA!