Orquidário do Jardim Botânico do Rio é reaberto ao público

0
113

O orquidário passou por reformas no valor de cerca de R$ 300 mil, são mais de 7.500 orquídeas de variadas origens, entre nativas, exóticas e híbridos

Orquidário do Jardim Botânico do Rio é reaberto ao público
Orquidário do Jardim Botânico do Rio é reaberto ao público

Orquidário do Jardim Botânico do Rio de Janeiro foi reaberto ao público neste domingo (1/5), depois de dois anos fechado. Um dos pontos mais visitados da instituição, o local passou por reformas no valor de cerca de R$ 300 mil. Os visitantes puderam apreciar novamente a beleza de parte do acervo, que conta, atualmente, com mais de 7.500 orquídeas de variadas origens, entre nativas, exóticas e híbridos, e suas flores deslumbrantes, com diversidade de cores, formas, tamanhos e aromas. O evento de reabertura contou com a apresentação do vibrafonista e compositor Arthur Dutra e o saxofonista Afonso Claudio.

Foi um desafio muito grande, durante esses dois anos, com a pandemia no caminho, chegarmos ao dia de hoje, com o Orquidário tão bonito e sua coleção tão pujante. Essa é uma conquista coletiva, dos servidores, colaboradores, entidades parceiras, associados. O resultado foi primoroso. Temos conseguido trazer ao Jardim Botânico do Rio de Janeiro a excelência de que a instituição precisa. Já fizemos outras entregas, como a reforma do Solar da Imperatriz, como há muito tempo não era feita, e teremos outras, como as do bromeliário e demais estufas“, afirmou a presidente do JBRJ, Ana Lúcia Santoro.

Na estufa de vidro do Orquidário, estão expostas 630 orquídeas. O local conta com placas informativas, que ajudam o visitante a aprender sobre as orquídeas e sua grande diversidade de espécies brasileiras, estrangeiras e híbridos. No setor das micro-orquídeas, por exemplo, uma lupa está disponível para o público apreciar a delicadeza das flores minúsculas, cujo tamanho varia de 2 milímetros a 1 centímetro. Já no “jardim dos sentidos”, os visitantes podem tocar nas plantas para sentir as diferentes texturas de flores e folhas.

O paisagismo é apresentado em jardins suspensos. A organização das plantas é planejada com a finalidade de promover uma floração sucessiva ao longo das estações, possibilitando ao público aproveitar a diversidade de flores, cores e odores durante todo o ano. Nem todas estarão floridas ao mesmo tempo, uma vez que cada uma tem a sua época. No entanto, durante todo o ano, as diversas florações vão se suceder, como ocorre na natureza.

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro possui uma significativa coleção de orquídeas, com ênfase nas espécies brasileiras, muitas delas ameaçadas de extinção em seu habitat. Aqui o deleite caminha junto com o conhecimento. O objetivo primordial é manter a coleção científica, ou seja, aquelas plantas coletadas na natureza pelos pesquisadores e alunos da nossa Escola Nacional de Botânica Tropical. Mas também queremos oferecer aos visitantes um deleite visual e olfativo. Mais do que isso, o nosso Orquidário tem função educativa, mostrando a grande diversidade de cores, formas e perfumes, e permite um rico passeio pelo universo das orquídeas“, destacou a curadora da coleção de orquídeas do JBRJ, Delfina de Araújo.

 

Coleção do Orquidário do JBRJ
Espécimes (indivíduos): 7.523
Plantas nativas: 4.000 (das quais 1.400 indivíduos são advindos de coleta e formam a coleção científica) englobando 85 gêneros nativos e cerca de 419 espécies diferentes.
Plantas exóticas: 1.262
Híbridos: 2.261

Complexo do Orquidário
O Orquidário é composto de diversos espaços: além da estufa de vidro, conta com áreas externas (que serão abertas à visitação pública em breve) e locais de cultivo com acesso apenas para pesquisadores, duas estufas fechadas, uma estufa de quarentena e o ripado.A visita ao Orquidário é gratuita. O visitante só paga a entrada no Jardim Botânico.

Serviço
Rua Jardim Botânico, 1008
De quinta a terça-feira, das 8h às 17h
Os ingressos podem ser comprados na bilheteria ou pelo site jbrj.eleventickets.com

Valor da entrada no JBRJ
Visitantes residentes na Área Metropolitana do Rio de Janeiro: R$ 17,00
Visitantes residentes no Brasil: R$ 27,00
Visitantes estrangeiros Mercosul: R$ 50,00
Visitantes estrangeiros: R$ 67,00
Crianças de até 5 anos têm gratuidade. Pessoas com mais de 60 anos, com deficiência, estudantes, entre outros, pagam meia entrada.

Foto: Frederico Rossi
Foto: Frederico Rossi
Foto: Israel Cavalcanti
Foto: Israel Cavalcanti

Fonte: Diário do Rio