A Ordem dos advogados do Brasil – Seccional de Seropédica RJ parabeniza todas as advogadas Seropedicense pelo Dia Internacional da Mulher.

A Advogada Jaqueline Canto silva dá início a homenagem falando sobre a origem do Dia Internacional da Mulher: “Este dia está ligada à luta por melhores condições de trabalho das mulheres. Relatos dão conta de que a data teria sido criada em homenagem a operárias de uma indústria têxtil mortas em um incêndio em Nova Iorque durante uma manifestação de trabalho. Outros registros apontam para uma referência a manifestações de mulheres russas também por melhores condições de trabalho e também contra a fome e a participação da Rússia na Primeira Guerra Mundial. O ano de 1975 foi instituído pela Organização das Nações Unidas como o Ano Internacional da Mulher. Desde então o dia em alusão às mulheres passou a ser comemorado a cada 8 de março. Em décadas de lutas as mulheres galgaram importantes conquistas, como é o caso do direito ao voto no Brasil durante o século XX, o acesso à educação e a capacidade civil plena, independentemente do marido. Mas há ainda grandes avanços a serem conquistados”.

Logo a seguir a Dra. Jaqueline dá início a composição da mesa chamando a Ex-Vereadora Maria José Sales, a Assistente Social Livia Ferreira Lopes, representando o Secretário de Comunicação Turismo e Eventos Thiago Ribeiro, a Coordenadora do NIAM (Núcleo Integrado de Atendimento à Mulher) Srª Rosangela da Gloria o Secretário Geral da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) Dr. Sergio Roberto Costa Silva, e a Advogada Jucimar Almeida Silva.

A Coordenadora do NIAM Rosangela da Gloria foi convidada para dar uma palestra sobre a Violência Contra a Mulher: “Há ainda muito o que ser feito em nossa sociedade para garantir a igualdade de gêneros no mundo do trabalho, assegurando que homens e mulheres tenham condições justas de salário e condições laborais. Do mesmo modo é preciso avançar, principalmente, nas políticas de não-violência à mulher, aqui em Seropédica desde que assumimos o NIAM em 2009 tivemos uma escalada da violência cada ano aumentada, mesmo com a Lei Maria da Penha, a violência contra a mulher é significativamente expressiva. Os atendimentos que temos feito sobre agressão têm aumentado nos últimos anos: em 2009 tivemos 60 casos em 2010 tivemos 189 casos, em 2011, 191 casos, 2012, 293 casos, 2013, 398 casos. A maioria dos casos são agressões feitas por usuários de drogas. O Brasil ocupa o sétimo lugar no ranking mundial dos países com mais crimes praticados contra as mulheres. Este problema passa pela educação que os pais dão aos seus filhos, onde sempre os homens são servidos pelas mulheres, as mães não colocam os filhos homens para fazer o serviço doméstico, sempre são as meninas, que lavam, varem a casa e fazem a comida, este é mais um problema cultural”. Por fim ela comenta: “Briga de Marido e Mulher o Poder Público tem de meter a Colher

O Secretário Geral da OAB Dr. Sergio presenteou com uma rosa todas as mulheres presentes no evento.

2

Faça o seu comentário