De acordo com o Dnit, obras seguem em ritmo acelerado nas margens de ambos os países

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) avança nas obras de construção da Ponte Internacional Brasil-Paraguai que vai interligar as cidades de Foz do Iguaçu (PR) e Presidente Franco, no Paraguai.

De acordo com a Autarquia, os serviços chegam à marca de 50% executados, após investimentos de R$ 115 milhões do Governo Federal, através de convênio firmado entre Itaipu Binacional e o Governo Estadual do Paraná. Construída simultaneamente nas margens do Rio Paraná em ambos os países, os trabalhos seguem em ritmo acelerado.

Ainda de acordo com o Dnit, a Ponte da Integração será do tipo estaiada, com 760 metros de comprimento e vão livre de 470 metros, pista de rodagem com 3,7 metros de largura em cada sentido, além de 3 metros de acostamento e passeio de pedestres com 1,7 metro. Neste mês de março, na margem brasileira, boa parte dos serviços concentraram-se na concretagem da caixa de equilíbrio, com 22,7 x 25m, estrutura de contrapeso para sustentação do vão livre da ponte através dos estais. Já na margem paraguaia, os trabalhos tiveram ênfase na concretagem do mastro.

Segundo o Dnit, no lado brasileiro, a nova ponte terá infraestrutura completa de fronteira com implantação de aduanas, órgãos de controle e fiscalização, além de acesso rodoviário, também em construção, que interligará a ponte à BR-277, passando por fora do Centro de Foz do Iguaçu, separando o tráfego rodoviário do local, gerando mais segurança e fluidez. O acesso é conhecido localmente como Via Perimetral e terá 15 quilômetros de extensão em pista simples e seis interseções em desnível. Atualmente as obras de implantação do acesso seguem na fase de remoção vegetal e terraplenagem.

Fonte: Assessoria de imprensa do Dnit