A mudança ocorreu em São Paulo e no Rio de Janeiro

Os modelos dos Globocops foram trocados em São Paulo e no Rio de Janeiro. A Globo tomou a decisão para reduzir os gastos, substituindo as aeronaves por uma com menor consumo de combustível, mas não agradou os repórteres. As informações são do site “Notícias da TV”.

Segundo o site, a mudança deixou a equipe insegura e os veteranos Walace Lara, César Galvão e Janaína Lepri teriam pedido para não serem escalados no Globocop. Na primeira semana de uso, uma equipe teria passado por momentos de tensão ao tentar decolar em São Paulo, após a aeronave não conseguir levantar voo, o que acabou assustando os repórteres.

Ainda de acordo com a reportagem, o contrato entre a emissora e a empresa que prestava serviço de helicóptero terminou no final de dezembro. Toda a equipe de pilotagem foi substituída.

 
Em nota, a Globo informou que “não comenta a relação com fornecedores, mas todos os procedimentos de segurança são seguidos. Nenhum evento anormal aconteceu”.
 
Fonte: Meia Hora