Washington condenou o lançamento de um foguete de longo alcance

coreia do norte

Os Estados Unidos condenaram o lançamento de um foguete de longo alcance pela Coreia do Norte e garantiram que tomarão “todas as medidas necessárias” para defender a sua segurança e a de seus aliados perante as “provocações” de Pyongyang.

“O programa de mísseis e armas nucleares da Coreia do Norte representa uma séria ameaça aos nossos interesses – incluindo a segurança de alguns dos nossos aliados mais próximos – e mina a paz e a segurança na região”, lê-se num comunicado da principal assessora para assuntos de segurança nacional do presidente norte-americano, Susan Rice.

No mesmo texto, ela pede que a comunidade internacional se mantenha unida para mostrar à Coreia do Norte que tais ações “devem ter graves consequências”. Para os Estados Unidos, o lançamento do ‘rocket’ da Coreia do Norte é “desestabilizador e provocador”.

A Coreia do Norte lançou hoje um foguete (‘rocket’) de longo alcance que a comunidade internacional considera ser um teste de mísseis balísticos encoberto, anunciou o Ministério da Defesa sul-coreano.

Pyongyang realizou um teste nuclear em de janeiro e anunciou na semana passada o lançamento, este mês, de um foguetão transportando um satélite, que a maioria da comunidade internacional vê como uma dissimulação para um teste de mísseis balísticos que viola resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

No sábado, o presidente norte-americano, Barack Obama, e o seu homólogo chinês, Xi Jinping, concordaram responder às “provocações da Coreia do Norte” com uma resolução do Conselho de Segurança da ONU “com impacto”.

“Os líderes salientaram a importância de uma resposta internacional forte e unida às provocações da Coreia do Norte, incluindo por meio de uma resolução do Conselho de Segurança da ONU com impacto”, precisou a Presidência norte-americana.

 

Faça o seu comentário