Esferas compostas com elevados índices de ferro foram descobertas na Bósnia

Cientistas bósnios estão intrigados com a descoberta do que classificam como a formação rochosa mais antiga feita à mão por humanos. Tratam-se de enormes bolas de pedra, com até 1,5 metro de diâmetro, compostas por elevados índices de ferro. Elas foram encontradas em uma floresta da Bósnia próxima à cidade de Zavidovici.

De acordo com o G1, a região possuía um número grande de pedras como estas no passado, que acabaram sendo destruídas na década de 70 por conta de uma lenda de que haveria ouro dentro delas.

Presidente da Associação Europeia de Arqueólogos, Anthony Harding criticou a descoberta ao dizer que a afirmação de que as estruturas teriam 12 mil anos é “fantasiosa” e que “ninguém com o mínimo de conhecimento básico sobre arqueologia ou história diria isso”. “Acredito que a esfera possa datar da Idade do Bronze ou Romana”, opinou.

Uma outra especialista, Amanda Edwards, da Escola de Ciências Ambientes, Atmosféricas e de Terra da Universidade de Manchester, acredita que as pedras não tenham sido feitas por humanos, mas que sejam fruto de “precipitação de cimento natural entre os grãos de sedimento”.naom_570e03343a361 naom_570e03407a32b