Tráfico envia toneladas de entorpecentes para a capital fluminense a poucos dias dos Jogos Olímpicos; policiais reforçam vigilância nas estradas e flagram mais de 10 toneladas

Com reforço na vigilância das vias de acesso para o Rio de Janeiro, graças à proximidade dos Jogos, a polícia flagrou pelo menos 10 toneladas de droga enviadas para o território fluminense em menos de 30 dias, sendo que 80% do material foi transportado pela Via Dutra, no corredor que corta o Vale do Paraíba, estratégico no mapa do tráfico de entorpecentes.

Do total, oito toneladas de maconha foram apreendidas na rodovia, na altura da cidade de Seropédica (RJ), vindo do Mato Grosso do Sul. Além da droga, que é transportada escondida em caminhões, os policiais já apreenderam munições e armamentos.

Ontem, somente neste trecho, foram flagradas duas toneladas de maconha em uma carreta, debaixo de uma carga de farelo de soja. O motorista teria recebido R$ 20 mil para levar a carga ao Rio.

Também foram encontradas duas pistolas e 200 munições de armas automáticas.

O Vale é apontado como o principal corredor de escoamento de droga entre as cidades de São Paulo e Rio, que são os maiores mercados de uso de entorpecentes no Brasil. A maior parte das cargas que chega ao território fluminense passa pelo RMVale.

“Por se tratar de um corredor para o Rio, existe a necessidade de haver uma fiscalização continua na rodovia e no município. Estamos fazendo a nossa parte”, declarou o delegado da PF de São José, Vinícius Loque Sobreira.

De acordo com ele, a corporação realiza um contínuo trabalho de inteligência contra o tráfico no eixo SP-RJ.

Já a PRF (Polícia Rodoviária Federal) diz que a fiscalização na Dutra, rodovia que transporta 50% da riqueza brasileira, é feita 24 horas por dia.

APREENSÕES/ Além das toneladas apreendidas ontem, outras cargas foram flagradas entrando no Rio, incluindo uma de 6,5 toneladas de maconha na altura de Seropédica, na Dutra, em 17 de junho. A droga estava em um caminhão de frangos.

Em outra operação, agentes flagraram um homem com 300 quilos de cocaína, maconha e haxixe, em Paraty (RJ).

No dia 12 de junho, um suspeito foi preso pela PF em um posto de gasolina da BR 040, na região fluminense de Três Rios, com duas toneladas de maconha transportadas em um caminhão de grande porte.

A PRF já apreendeu armamentos e mais milhares de munições na Dutra.

(A Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte ou RMVale, criada pela lei complementar estadual 1166, de 9 de janeiro de 2012, é uma das cinco regiões metropolitanas do estado de São Paulo. É formada pela união de 39 municípios agrupados em cinco sub-regiões.)

maconha apreendida

Fonte: Gazeta de Taubaté