Espaço é ocupado por Chicão Bulhões, mas ninguém se feriu porque o local estava vazio. Computadores e móveis foram destruídos

Parte do teto do gabinete do deputado estadual Chicão Bulhões (Partido Novo) desabou no último domingo, na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Por sorte, não havia ninguém no local. Computadores e móveis foram destruídos. Com a queda, a fiação elétrica ficou exposta. 

Segundo o setor de segurança da Alerj informou a Chicão Bulhões, há suspeita de que o desabamento tenha ocorrido porque, durante o fim de semana, alguém entrou no gabinete para tentar retirar documentos que estavam escondidos no forro do teto. O caso está sendo apurado pela Casa.

O gabinete 111 de Chicão Bulhões fica no prédio anexo. O espaço pertencia ao ex-deputado Marcelo Simão (PP), que chegou a ser preso na Operação Furna da Onça, braço da Lava Jato no Rio. A equipe, agora, trabalha num escritório do Centro do Rio, sem previsão de retorno ao local.  

“Na sexta-feira, estava tudo bem. Quando o pessoal chegou para trabalhar hoje (segunda-feira), tudo tinha caído. O gabinete estava passando por reformas porque ninguém vai ter sala. Será um espaço só para todos”, disse Chicão, lembrando que a direção da Alerj já está resolvendo o problema. 

Assessores se assustaram:

“A sorte foi que como estávamos sem os móveis necessários para trabalhar. Trabalhamos em outro escritório. Se fosse hoje (segunda-feira), estaríamos com a sala cheia de assessores”, disse um deles.

Teto de gabinete na Alerj do deputado estadual Chicão Bulhões caiu no fim de semana

Fonte: O DIA

Faça o seu comentário