Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), há mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes no país, o que representa 6,9% da população brasileira. De acordo com um estudo realizado pela International Diabetes Federation (IDF), 19% dos pacientes têm 65 anos ou mais. No entanto, apesar de ser uma doença comum, ainda existem muitos mitos e tabus ao redor do problema, especialmente em relação aos alimentos “proibidos” e às “receitas milagrosas”.

Para esclarecer os principais questionamentos sobre o tema, o Portal do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon buscou informações junto à Sociedade Brasileira de Diabetes. Confira abaixo os maiores mitos e verdades sobre o assunto.

Mitos e Verdades sobre o Diabetes 

Pessoas com diabetes não podem comer doces ou chocolates

Mito. É importante lembrar que a ingestão de doces deve estar dentro de um planejamento alimentar. Porém, em geral, doces e chocolates não são proibidos, mas é claro que eles devem ser consumidos em pequenas porções e em ocasiões especiais. Quando der vontade de comer um chocolatinho, o aconselhado é focar em refeições mais saudáveis e praticar exercícios físicos.

Quem tem diabetes está propenso a desenvolver mais doenças

Mito. Não há comprovação de que pessoas com diabetes têm uma maior probabilidade de desenvolverem doenças, mas a prevenção é muito importante. A vacina da gripe, por exemplo, é indicada para portadores de diabetes porque a virose pode deixar o índice glicêmico difícil de ser controlado.

Comer muito açúcar causa diabetes 

Mito. Esse é um tópico um pouco mais complicado. O Diabetes Tipo 1 é desenvolvido basicamente por fatores genéticos. Já o Diabetes Tipo 2 é causado pelo estilo de vida aliado a uma herança genética. O consumo excessivo de açúcares pode não estar ligado diretamente ao aparecimento de diabetes, mas pode provocar sobrepeso.

Por outro lado, a obesidade contribui para o desenvolvimento do Tipo 2 da doença. Por isso, um dos métodos para prevenir o problema é diminuir a ingestão de bebidas com alto teor de açúcar, como os refrigerantes e os sucos industrializados.


Clique aqui e adquira já o seu Kit Medidor de Glicose no site da drogaria Pacheco. 


Para evitar a doença, o endocrinologista Fernando Valente, membro da Sociedade Brasileira de Diabetes, lembra da importância de praticar exercícios físicos e evitar hábitos prejudiciais à saúde, como fumar. “Manter um estilo de vida saudável deveria fazer parte da rotina de todo indivíduo, com ou sem alteração nos níveis de açúcar no sangue”, pontua.

Insulina não causa dependência química

Verdade. O uso de insulina não provoca qualquer tipo de dependência química ou psíquica. A substância é extremamente importante para metabolizar a glicose para produção de energia. No caso de pacientes com diabetes Tipo 1, é preciso tomar insulina frequentemente. Porém, isso não quer dizer que essas pessoas sejam viciadas no hormônio, mas sim que precisam dele para ter uma boa qualidade de vida.

Canela ajuda a controlar o diabetes

Mito. Não há comprovação cientifica de que a canela ajude a controlar a doença. Além do mais, o uso de terapias alternativas pode desviar o foco do tratamento.

Existem alimentos que ajudam a controlar os níveis de glicose no sangue

Verdade. Alimentos que possuem baixo índice glicêmico (IG) são capazes de retardar a absorção da glicose pelo sangue, o que ajuda a estabilizar a doença. Já as comidas com alto IG aceleram essa absorção, causando um aumento das taxas de glicose no sangue. “A ingestão de cereais integrais, nozes, frutas, verduras, legumes, iogurte, chá e café está associada a um menor risco de diabetes, enquanto que o alto consumo de carnes vermelhas e bebidas açucaradas está relacionado a um risco maior.”, afirma Valente.

Frutas podem ser consumidas à vontade.

Mito. É claro que frutas são alimentos saudáveis, pois elas contêm fibras, vitaminas e minerais. No entanto, seu consumo depende do índice glicêmico de cada uma. Elas devem ser incluídas no planejamento alimentar, já que são alimentos que possuem carboidratos em sua composição. Segundo a SBD, o mais indicado é que o paciente converse com sua equipe médica sobre a quantidade, frequência e os tipos de frutas permitidos em cada caso.

diabetes

Não tem problema ingerir bebidas alcoólicas 

Mito. As bebidas alcoólicas não são terminantemente proibidas na dieta de pacientes com diabetes, mas é preciso ter alguns cuidados. O consumo de álcool deve ser moderado e, acima de tudo, também deve estar inserido no planejamento alimentar. É importante ressaltar que nunca se deve ingerir bebidas alcoólicas de forma isolada, e sim acompanhadas de uma refeição. Além de tudo, é válido também fazer o monitoramento de glicemia antes e depois do consumo.

Pacientes com diabetes devem fazer somente exercícios leves

Verdade. Pessoas com diabetes devem ser estimuladas a praticar atividades físicas, respeitando contraindicações, se houver. Geralmente, os exercícios ajudam a controlar os níveis glicêmicos, mas quando o gasto calórico é maior do que a reposição de nutrientes, é possível que haja o aparecimento de um quadro de hipoglicemia. Por isso, nesses casos, é indicado também monitorar as taxas de glicemia antes e após as atividades.

Compartilhe com seus amigos

Fonte: Instituto de Longividade

Faça o seu comentário