Um simples abraço pode ter efeitos psicológicos profundos como:

1. Reduzir o medo da mortalidade

O que é muito interessante! Pesquisa publicada na revista Psychological Science mostra que abraços e simplesmente tocar em alguém reduz seu medo de mortalidade, acalmando os temores existenciais. “Toque interpessoal é um mecanismo tão poderoso que até mesmo objetos que simulam toque pode ajudar a incutir nas pessoas um sentido de significado existencial”, escreveu o pesquisador-chefe Sander Koole no estudo.


2. Abraçar diminui o seu ritmo cardíaco

Em um experimento realizado na Universidade da Carolina do Norte, Chapel Hill descobriu que os participantes que não tiveram qualquer contato com os seus parceiros, desenvolveram uma taxa de 10 batimentos mais rápida por minuto. Comparativamente, as batidas do coração daqueles que fizeram contato com os seus parceiros não foram tão rápidas.

3. Os bebês que são abraçados, experimentam menos estresse quando adultos

Se você quer ajudar o futuro, abrace um bebê! Um estudo da Universidade de Emory descobriu que, em ratos, toque e alívio de estresse estão conectados, especialmente no início da vida. O estudo descobriu que o mesmo vale para os seres humanos, notando que os bebês lidaram melhor com o estresse quando adultos quando mais abraçados.


4. Melhoria da função imunológica

Nova pesquisa mostra que os hormônios do abraço são o que chamam de imunorreguladora. Basicamente, esses hormônios têm um impacto profundo na forma como nosso sistema imunológico funciona. Isto está de acordo com a natureza relaxante de abraços. Se você quiser um sistema imunológico mais forte, abrace!

Dar ou receber um abraço é a forma mais simples de fazer o corpo liberar oxitocina, conhecida como o hormônio do amor e da felicidade. Ela aumenta os sentimentos de apego, conexão, confiança e intimidade e ajuda a curar a solidão, o isolamento e até a raiva.

O abraço é processado pelo sistema nervoso como uma recompensa, e por isso tem um impacto importante na mente humana, fazendo com que tenhamos uma sensação de felicidade e alegria. Não importa se estamos abraçando ou sendo abraçados, a simples conexão física com o outro já nos torna mais felizes.

Os abraços ainda ajudam a cultivar a paciência e demonstrar apreço, além de estimular a liberação de dopamina, o hormônio do prazer, e serotonina, o hormônio do bem-estar, amplamente associado ao bom humor.

Por todos estes motivos, os abraços podem inclusive ser importantes no tratamento da depressão. 

living-in-israel-blog-why-you-need-to-make-new-friends-maoz-israel-140434-1920x1200-1

Muito interessante, não é? Talvez seja o momento de abrir um os abraços e abraçar alguém !

abracoabraco3

Faça o seu comentário