Foi realizada ontem dia 15 de maio ação de sensibilização ambiental na E. M. Pastor Gerson Ferreira da Costa, onde os alunos participaram de plantio de mudas, análise da água, sessão de vídeo e ainda receberam cartilhas da EMBRAPA Agrobiologia.

Inicialmente, os alunos assistiram ao filme “Um plano para salvar o planeta” da Turma da Mônica, que mostra os problemas ambientais atuais e o impacto da ação humana no planeta, ensinando formas alternativas para diminuir os impactos e assim colaborar com a preservação ambiental. O filme foi exibido pela técnica da SEMAMA Marilene da Cruz.

Neste trabalho tiveram o apoio do projeto Agroecologia para Gente que Cresce II, uma viagem pelo Mundo Sustentável, que desenvolve ações em parceria com a Secretaria de Ambiente e Agronegócios de Seropédica e o projeto ENO – Environment Online, em conjunto com o programa de Gestão Ambiental da Embrapa Agrobiologia, apoiando e colaborando as iniciativas sustentáveis.

A EMBRAPA doou as cartilhas para as crianças que ainda poderão ser utilizadas pelos docentes durante as aulas. O projeto ENO lançou o desafio Treelympics de plantio de mudas e esse plantio realizado nesta escola somará ao desafio mundial de plantar e assim conscientizar aos alunos da importância das árvores. Atuaram no plantio a Diretora de Projetos Thayani Velasco e Vilson Toledo. Após o filme, os alunos aprenderam a cuidar da água, realizando análise da mesma, discutimos os fatores que interferem na qualidade da água e como nossas ações podem estar interferindo nessas variáveis.

Os alunos aprenderam sobre a importância da temperatura da água e a forte relação entre floresta e água, acidez e os fatores que podem mudar o pH da água, turbidez e a sua relação com a produção primária, estrada de luz nos corpos de água, dentre outros fatores. A Escola Municipal Pastor Gerson Ferreira da Costa foi presenteada com um kit com material para realizar mais 30 análises com as crianças.

O Secretário de Ambiente e Agronegócios Ademar Quintela participa da Política Mundial de Reflorestamento: “Temos o dever de proteger o Meio Ambiente, recuperando as áreas degradadas. onde no passado foram florestas, a vida de nossos filhos, netos dependem disso, o meio ambiente dá sinais de cansaço. Aos poucos, ele devolve o troco em desequilíbrios climáticos, poluição, estiagens, inundações, queimadas, todos juntos, funcionando como uma espécie de ferrugem na engrenagem do Planeta Terra. Enquanto milhares seguem cegos para o abismo da destruição, outros milhões abrem os olhos para buscar alternativas de proteger a vida”.

 

234

Faça o seu comentário