Com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, e das Comunicações, Fábio Faria, o evento abordou a importância deste novo ativo e de como os NFTs podem auxiliar na proteção de direitos de propriedade intelectual, autenticidade e combates a falsificações

Por Lucas Josa, Future Of Money, Revista Exame

(Getty Images/Getty Images)
(Getty Images/Getty Images)

O Painel Telebrasil Summit 2022 é sem dúvida um dos principais eventos da indústria brasileira de telecomunicações, com um foco abrangente em tecnologias lideradas pelo novo conceito implementado pela Web3. Dentro deste modelo, é fundamental abordarmos a aplicabilidade dos tokens não fungíveis, ou NFTs.

O ponto fundamental de toda essa inovação que estamos falando passa pelo lançamento do 5G no Brasil, um dos temas principais deste seminário. Acreditamos que será um verdadeiro divisor de águas e de como vai facilitar a vida das pessoas, principalmente na aplicabilidade das funções digitais. Veremos um mundo ainda maior de conectividade para os consumidores, e tudo o que as grandes empresas de comunicação estão criando vão servir como referência para a indústria do futuro. Ela também vai proporcionar a transferência de dados com mais velocidade, o que irá transformar a indústria do entretenimento. Jogos online e streamings não irão sofrer com atrasos de downloads e o mundo do metaverso será ainda mais ágil e divertido. Os NFTs, como não poderia deixar de ser, estarão entre os maiores beneficiados.

- (Divulgação/Divulgação)
– (Divulgação/Divulgação)

Voltando aos NFTs, estes trazem em sua essência a possibilidade das pessoas produzirem conteúdo exclusivo, com um registro autenticado no Blockchain, garantindo o princípio básico de respeito à propriedade intelectual e veracidade. Uma vez inserido o NFT no Blockchain, é impossível executar qualquer alteração ou falsificado do ativo digital. Isto gera muita segurança para todos que usam esta tecnologia que pode ser aplicada em diversas formas no dia a dia das pessoas, seja para promover interações entre colecionadores digitais, ingressos para eventos ou emitir certificações de autenticidade de itens de luxo.

A Web3 é disruptiva. Sem dúvida este novo momento de inovação tecnológica trás uma democratização do uso da web pois descentraliza o uso, permitindo a todos explorar e criar seus próprios tokens não fungíveis, expressar suas artes e conteúdos sabendo que seus direitos estão protegidos. Em linhas gerais, é você em contato direto com o o cliente, colocando seus termos e controlando o processo.

Outro ponto importante na exploração de NFTs e blockchain é o conhecido Smart Contract. Este mecanismo é um gatilho de royalties que o proprietário primário do ativo digital, no caso NFT, registra no blockchain. Isso vai conferir para o autor do NFT o devido reconhecimento de propriedade intelectual, gerando percentuais de receitas em vendas subsequentes de sua obra digital. Este princípio, além de ser justo, valoriza o artista.

Os NFTs são bens digitais, com valores reais e utilidade aplicada como dito acima. Estamos apenas no inicio desta jornada e a cada dia descobrimos novas aplicabilidades para os NFTs.

Falando propriamente do tema em que fomos incumbidos de falar neste Painel, a IDG NFT é uma empresa especializada em produção de conteúdo pra NFTs, Memorabilia, Experiências para os Fãs e Metaverso. Nós geramos conexões entre as pessoas, além de memórias, e garantimos aos nossos clientes licenciados o devido respeito a sua história. Construímos uma verdade biblioteca digital para nossos clientes e levamos tudo isso para seus fãs mundo afora. Nos posicionamos como o “local de encontro entre os colecionadores digitais”.

A IDG prima pela segurança de uso da sua plataforma, propriedade intelectual de seus ativos digitais e alcance global. A empresa tem versatilidade de produção, utilizando os mais modernos recursos audiovisuais para entregar coleções exclusivas para cada um dos seus clientes. Trabalhamos com artistas renomados para execuções de ilustrações e animações. Todas as estrelas da IDG têm atendimento individualizado e fazem parte do processo de criação. Nenhum NFT vai ao mercado sem a aprovação 100% do cliente.

Convido a todos para explorar a revolução dos NFTs. É uma jornada divertida e inclusiva. Eles conectam e desenvolvem novas comunidades. Não precisa ter medo de explorar o universo da Web3 pois, afinal de contas, este é um mundo democrático onde você determina o que deseja consumir e como deseja interagir.

*Sylmara Multini, CEO da IDG NFT, foi palestrante da edição 2022 do Painel Telebrasil — maior evento de telecomunicações, conectividade e inovação do país — que aconteceu em Brasília-DF nos dias 28 e 29 de junho

Fonte: Exame