Com o objetivo de adquirir experiências e vivenciar conteúdos em outros contextos, os alunos do Programa Mais Educação da Escola Municipal Fazenda Alpina, em Vale Alpino, visitaram a Fazendinha Agroecológica, no município de Seropédica. O espaço é uma espécie de laboratório vivo para as pesquisas na área de agricultura orgânica realizadas pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Pesagro-Rio (Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro). Foi uma aula-passeio da Oficina de Canteiros Sustentáveis apresentada nesta escola. Na ocasião, o interesse e o comportamento apresentado pelos alunos geraram elogios pelos responsáveis.
Essas aulas-passeio são muito importantes como ferramentas de real aprendizagem. São oportunidades para que o aluno saia do ambiente escolar a fim de conhecer novos lugares, diferentes situações de ensino-aprendizagem prazerosas, relacionadas aos conteúdos escolares, numa relação totalmente dialética com as informações, a realidade e as pessoas envolvidas”, explicou a coordenadora do Programa Mais Educação na rede municipal, professora Márcia Maria.
Durante a visita, que foi guiada pelo estagiário em agronomia da EMBRAPA Agroecologia, Vitor Cezar Borin, os alunos conheceram o sistema de criação de vacas leiteiras, a avicultura de postura, o minhocário, a estufa das mudas, a agro floresta e o hortão, onde são cultivados vários tipos de hortaliças em consórcio. Foi ressaltada também a importância da produção agropecuária pelo Sistema Orgânico, no qual não é usado nenhum tipo de agrotóxico ou de outro contaminante, com produção de alimentos mais saudáveis e nutritivos e, ainda, respeitando o meio ambiente.
Infelizmente, apesar de as pessoas acharem a produção orgânica bonita e importante, o consumo e a visita aos pontos de venda ainda são muito pequenos”, observou o monitor da Oficina de Canteiros Sustentáveis, Alexandre Lopes.
Para a coordenadora do Programa Mais Educação na Escola Municipal Fazenda Alpina, professora Maria Helena Monteiro, o orgulho dos seus alunos e do monitor da oficina foram o ponto alto do passeio. Isso porque o estagiário da EMBRAPA, responsável pela visita guiada, elogiou o comportamento e o conhecimento prévio das crianças sobre tudo que foi apresentado e comentado no encontro. “Ele nos parabenizou e disse que valoriza muito esse tipo de atividade, pois enriquece a aprendizagem dos alunos“, comemorou a coordenadora.
2345

Faça o seu comentário