O tremor, que aconteceu às 16h09 (horário local, 4h29 de Brasília), foi detectado no condado de Kilju, local da base nuclear norte-coreana

Coreia do Sul – Um terremoto de magnitude 3 na escala Richter atingiu neste sábado a região nordeste da Coreia do Norte, segundo informações da agência meteorológica sul-coreana, acreditando que se trata inicialmente de um tremor natural e não provocado por um novo teste nuclear.

O tremor, que aconteceu às 16h09 (horário local, 4h29 de Brasília), foi detectado no condado de Kilju, local da base nuclear norte-coreana, onde o regime de Kim Jong-un realizou, no último dia 3, seu sexto teste nuclear.

Segundo o Centro Nacional de Terremotos da China (CENC), o tremor pode ter sido provocado por um teste nuclear realizado pelo regime de Kim por causa da proximidade com a base e pelas características do sismo, que se parecem com o ocorrido em 3 de setembro, quando Pyongyang fez um teste com ogivas atômicas.

Um porta-voz da Coreia do Sul informou que se trata de um “terremoto de origem natural”. “Mas nossos analistas estão aputrando a situação”, afirmou. 

Por enquanto, o governo do Japão não convocou nenhuma reunião de urgência pelo ocorrido, informou a agência Kyodo. A Coreia do Norte testou em 3 de setembro um dispositivo com uma potência estimada de 250 kilotons, uma ação que gerou a aprovação de uma nova rodada de sanções da ONU.

Os contínuos testes da Coreia do Norte e a dura retórica usada pelos Estados Unidos desde a chegada de Donald Trump à presidência elevaram a tensão na região a um nível inédito.

Faça o seu comentário