Uma verdadeira tragédia aconteceu com a queda de um teleférico repleto de turistas, neste domingo (23).

De acordo com as informações repassadas pelo portal de notícias online, ‘G1’, o caso aconteceu na Itália, a queda do teleférico foi na região do pico Monte Marone, um famoso ponto turístico do país.

As pessoas conseguem acessar o pico do Monte Marone através dos teleféricos, serviço muito parecido com o oferecido com ‘bondinhos’ para a visitação do ‘Pão de Açúcar’ no Rio De Janeiro, do alto do Monte é possível visualizar o belo Lago Maggiore.

A queda do teleférico deixou pelo menos 13 mortos e duas crianças gravemente feridas que foram resgatadas e levadas de helicóptero para um hospital na cidade de Turim.

Segundo a agência de notícias americana “Associated Press”, 15 pessoas estavam dentro do veículo quando ele despencou de uma altura aproximada de 1.190 metros de altura.

Equipes do serviço de resgate alpino da Itália continuam no local fazendo uma varredura para certificar de que não há mais vítimas.

A causa do grave acidente será investigada e ainda não há como determinar o que realmente aconteceu, contudo, alguns relatos dão conta que um dos cabos falhou a cerca de 300 metros do cume do Monte Marone, que tem 1.491 metros de altura.

Segundo o porta-voz do serviço de resgate a linha do teleférico foi renovada no último ano de 2016 e o serviço foi aberto recentemente pois as restrições para conter o avanço da pandemia da Covid-19 fecharam a maioria dos pontos turísticos da Itália.