A Paroquia Nossa Senhora das Graças realizou neste domingo (10), Missa do 15º Tempo Comum, onde o Padre Paulo Sergio elogiou a Legião de Maria. 

Antes do início da Santa Missa, houve a reunião da Legião de Maria, onde foi destacado os serviços realizados pelos grupos nos presídios onde levam o conforto espiritual a quem precisa de orações. “Promover a evangelização por meio da oração, levando conforto espiritual a quem mais precisa é o trabalho apostólico da Legião de Maria”. Disse Sheila.

Sheila destacou ainda que o trabalho da legião de Maria vai além; “Não é rezar por eles, é rezar com eles, com os abandonados, com os jovens que estão em depressão, com os idosos. É um trabalho de atenção espiritual mesmo, através da nossa intercessora que é a maior de todas as intercessoras, Nossa Senhora, Mãe de Jesus”.

A Legião de Maria de Seropédica é presidida por Sheila Antônia dos Santos Costa, a Vice-presidente Sra. Creuza, a Secretária e Joelma e a Tesoureira Maria do Carmo.  As reuniões são sempre na segunda semana de cada mês. No próximo encontro a data foi modificada por causa da comemoração do Dia dos País e será no dia 21 de agosto.

Sheila convida quem quiser participar deste trabalho espiritual e só vir em nossas reuniões, na Paroquia Nossa senhora das Graças no Morro do Cruzeiro na Ecologia. Todas segundas semanas dos meses.

Em sua Homilia o Padre Paulo Sergio falou sobre a Parábola do Bom Samaritano; Certa ocasião, um perito na lei levantou-se para pôr Jesus à prova e lhe perguntou: “Mestre, o que preciso fazer para herdar a vida eterna? ”

O que está escrito na Lei? ”, respondeu Jesus. “Como você a lê? ”

 Ele respondeu: “Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento’ e ‘Ame o seu próximo como a si mesmo”

 Disse Jesus: “Você respondeu corretamente. Faça isso, e viverá”.

Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: “E quem é o meu próximo? ”

Em resposta, disse Jesus: “Um homem descia de Jerusalém para Jericó, quando caiu nas mãos de assaltantes. Estes lhe tiraram as roupas, espancaram-no e se foram deixando-o quase morto. Aconteceu estar descendo pela mesma estrada um sacerdote. Quando viu o homem, passou pelo outro lado.  E assim também um levita; quando chegou ao lugar e o viu, passou pelo outro lado. Mas um samaritano, estando de viagem, chegou onde se encontrava o homem e, quando o viu, teve piedade dele. Aproximou-se, enfaixou-lhe as feridas, derramando nelas vinho e óleo. Depois colocou-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e cuidou dele. No dia seguinte, deu duas moedas de prata ao hospedeiro e lhe disse: ‘Cuide dele. Quando eu voltar lhe pagarei todas as despesas que você tiver’.

“Qual destes três você acha que foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes? ”

 “Aquele que teve misericórdia dele”, respondeu o perito na lei.

Jesus lhe disse: “Vá e faça o mesmo”.

O Padre Paulo ainda destacou “Com a parábola do Bom Samaritano Jesus diz que “próximo” é qualquer um que necessita de ajuda, seja amigo ou inimigo, conhecido ou desconhecido, da mesma raça ou doutra raça qualquer; da mesma condição social ou não, da mesma religião ou não.  “Próximo” é qualquer irmão caído nos caminhos da vida que, para se levantar, necessita da nossa ajuda, do nosso amor, da nossa misericórdia”.

LEGIÃO DE MARIA

A Legião de Maria é uma associação de leigos católicos, sob a proteção e intercessão de Nossa Senhora e com aprovação da Igreja, que pela oração e pelo trabalho apostólico ativo, destina-se à evangelização e à santificação dos homens, para a glória de Deus. Para tornar essa missão possível, os legionários buscam também a santificação pessoal, afim de se tornarem cada dia mais aptos a levar Cristo ao mundo.

Os legionários realizam trabalhos espirituais e de evangelização, e se reúnem semanalmente para trocar experiências e recarregar as energias com orações em torno do altar de Nossa Senhora. Para o legionário, a reunião é o lugar em que a Mãe Santíssima está à sua espera, e onde amigos verdadeiros e fiéis agrupam-se à sua volta. É um momento de partilha, de oração e de discussão de temas referentes à religião e à fé. Além disso, na reunião é que se fortalecem os laços do grupo, construído com amor fraterno e respeito, para que os membros possam contar uns com os outros na realização de seus trabalhos.

Existem várias maneiras de participar da Legião de Maria. Os membros ativos comprometem-se a orar e a fazer visitas, num trabalho ativo de apostolado espiritual, que é orientado através da reuniões mensais. As visitas realizadas são domiciliares a idosos, famílias enlutadas, doentes e sempre que houver necessidade de uma palavra amiga e confortadora. Podem ser realizadas também visitas a hospitais, presídios, orfanatos, asilos, etc.