O Programa Limpa Rio, que abrange a limpeza e o desassoreamento de rios e canais, executado pela Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade e pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) irá beneficiar o município de Resende, no Médio Paraíba Fluminense. A pasta ambiental iniciou, na última quarta-feira (16/3), as intervenções em trecho de 500 metros do Rio Alambari, de onde serão retirados cerca de 5 mil metros cúbicos de sedimentos para destinação ambiental adequada. O serviço tem por objetivo mitigar as inundações decorrentes do transbordamento desse rio.

“As intervenções ajudarão a minimizar o transbordamento desse rio e evitando enchentes, de forma a contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população de Resende”, destacou o secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha.

Desde o início do ano, o Programa Limpa Rio beneficia os municípios de Tanguá, Paty do Alferes, Carmo, Iguaba e Rio das Ostras além de Resende. As intervenções acontecem em oito rios e canais (Sendo um em Seropédica e um em São Gonçalo).

Em 2021, o Programa Limpa Rio atendeu 35 municípios com intervenções em 148 rios e canais, de onde foram retirados mais de um milhão e 600 mil metros cúbicos de sedimentos.

Municípios atendidos: Areal, Belford Roxo, Cachoeiras de Macacu, Cambuci, Campos dos Goytacazes, Cordeiro, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Italva, Itaocara, Japeri, Macaé, Magé, Mesquita, Nova Iguaçu, Nova Friburgo, Nilópolis, Petrópolis, Pinheiral, Quatis, Queimados, Quissamã, Rio Bonito, Rio de Janeiro, São Fidélis, São Gonçalo, São João de Meriti, São Pedro da Aldeia, Sapucaia, Seropédica, Teresópolis, Três Rios e Valença.

INEA