Objetivo é reforçar o quadro de pessoal e melhorar os serviços prestados à população

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) divulgou nesta quinta-feira (15) o edital para o concurso de mil vagas para o cargo de Técnico do Seguro Social, com o objetivo de reforçar o quadro de pessoal e melhorar os serviços prestados à população. A remuneração bruta inicial é de até R$ 5.905,79.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) será o responsável pela realização do concurso. A aplicação das provas objetivas está prevista para o dia 27 de novembro.
 
As inscrições poderão ser feitas de 16 de setembro a 3 de outubro somente via internet, no endereço eletrônico http://www.cebraspe.org.br/concursos/inss_22. O valor da taxa de inscrição é de R$ 85,00 e poderá ser paga até o dia 21 de outubro. O candidato deverá ter ensino médio ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), concluídos até a data da posse.
 
Das mil vagas oferecidas, 708 são para ampla concorrência, 90 para pessoas com deficiência e 202 destinadas a pessoas negras. não haverá reserva de vagas para provimento imediato, sendo mantido cadastro de reserva.
 
O concurso será realizado em duas etapas: provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, e curso de formação, de caráter eliminatório e classificatório. Além de conhecimentos específicos da legislação da seguridade social, a prova contará com as disciplinas de Língua Portuguesa, Ética no Serviço Público, noções de Direito Constitucional, noções de Direito Administrativo, noções de Informática e Raciocínio Lógico-Matemático.
 
O curso de formação será realizado nas cidades de Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).
 
Os candidatos nomeados estarão subordinados ao Regime Jurídico Único dos Servidores Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais (Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e suas alterações). As lotações serão feitas em qualquer Agência da Previdência Social (APS) pertencente à Gerência Executiva do INSS à qual o candidato optou por concorrer.
 
Entre as atividades que serão executadas pelos novos servidores, estão o atendimento ao público; orientação, informação e conscientização previdenciária e ações relacionadas ao reconhecimento de direitos previdenciários.
 
 
 
 
Informações
Assessoria de Imprensa – Ministério do Trabalho e Previdência