6 consequências de não pagar o imposto de renda.

Todo mundo, seja pessoa física ou jurídica, acaba passando aperto em algum momento. Já que, para maioria da população, o Imposto de Renda fica retido na folha na hora do pagamento, não pagar a Receita Federal não é uma opção. Porém, quando estamos falando de empresas, isso pode ser bem diferente.

Com essa crise na economia, muitas empresas se viram em maus lençóis e passaram por apertos financeiros. E com as porcentagens altíssimas de impostos que pagamos por aqui, pode se tornar tentador não pagar o Imposto de Renda.

Mas a nossa dica é: não faça isso. E para te ajudar a tomar essa decisão, trouxemos 6 consequências que podem ocorrer se você não pagar o Imposto de Renda. Leia com atenção, esperamos que isso te ajude a mudar de ideia.

Multa

A primeira consequência, que já é sabida pela maioria dos empresários, é a incidência de multas, que tendem a ser bem caras. Elas vão de 0,33% ao dia até o teto de 20%. Isso pode ser um valor bem alto, dependendo do quanto a empresa está devendo, já que os valores são em porcentagem, e, quanto mais alta a dívida, maior a multa.

Juros de Mora

Além da multa, caso você não pague o IR, você terá que pagar os juros de mora, que correspondem à taxa Selic + 1%. Os juros de mora não têm limite e podem se tornar um valor bem alto quando contabilizado, já que não têm teto e ainda acompanham a taxa Selic.

Bloqueio de bens e responsabilização do fisco

Engana-se quem pensa que só porque as contas estão no nome da empresa elas não podem ser transmitidas para a pessoa física. Caso você fique devendo para a Receita, mesmo que na pessoa jurídica, pode acontecer de você ter os seus bens de pessoa física bloqueados.

E como você é o dono da empresa, pode ser que você também seja responsabilizado judicialmente por essa dívida, o que pode te levar a perder alguns benefícios de pessoa física também, além de ter seus bens e contas bancárias confiscados.

Dificuldade em conseguir empréstimos

Quando você precisar de algum empréstimo, pode ser praticamente impossível consegui-lo, uma vez que praticamente todas as instituições checam o CNPJ da empresa antes de conceder o empréstimo, e com certeza ficará registrado que você possui dívidas com a Receita e o empréstimo será negado.

Não pode participar de licitações

Caso abra algum tipo de licitação que você pretenda participar, se estiver em dívidas com a Receita, você não poderá concorrer a ela.

Dificuldade de parceria com clientes e fornecedores

Dependendo do tamanho da empresa, alguns clientes, ou até mesmo fornecedores, podem se negar a fazer negócios com você. Isso porque muitos deles têm como parâmetro fazer negócios com empresas idôneas, que tenham os impostos e a contabilidade em dia.

Viu só como sonegar impostos pode te trazer muita dor de cabeça? Mesmo que você ou a sua empresa estejam passando por momentos difíceis, é importante sempre pagar os impostos em dia e evitar ainda mais dores de cabeça.

Fonte: Edital Concursos Brasil