A versão 2015 do Fluminense será apresentada ao torcedor tricolor; Ainda não é o grupo
completo, já que alguns jogadores não participam da prétemporada
nos Estados Unidos,
16255901415_1c155bf6a3_k

será algo muito próximo do que o novo ano reserva. De contrato renovado por um ano, o
técnico Cristóvão Borges tem nas mãos uma espinha dorsal. A base do time é a mesma que
terminou 2014, mas a chegada de sete reforços, a volta de emprestados e a promoção de
garotos da base mudaram muito o plantel.
O primeiro teste será em Orlando, nos Estados Unidos, e não será fácil. O time entra em
campo com apenas oito dias de treinos desde a reapresentação no Rio de Janeiro. Desde a
saída do Brasil, na sextafeira
à noite, realizou apenas quatro sessões de treinos. E a estreia no
Torneio da Flórida será contra o Bayer Leverkusen, nesta quintafeira,
às 17h (20h de Brasília),
no Complexo Esportivo da Disney. Corinthians e ColôniaALE
também disputam o torneio.
Conca e Fred em ação
16070305920_b77c68ed2c_k

Os dois principais jogadores do Fluminense ficaram um mês de férias, mas praticamente não
saíram do noticiário. Com o rompimento entre clube e a antiga patrocinadora, a permanência
da dupla entrou em xeque. O meia e o atacante, que assim como Wagner se apresentaram
direto nos Estados Unidos, não falaram sobre o assunto com a imprensa. Em coletiva em
Orlando, o presidente Peter Siemsen disse que conta com eles para a temporada. O técnico
Cristóvão Borges, também.
Além de Fred e Conca, a espinha dorsal terá Diego Cavalieri, Henrique, Guilherme Mattis,
Edson, Jean e Wagner. O time que entrará em campo nesta quinta também terá o lateraldireito
Renato, que chegou no ano passado, mas sofreu lesões e não teve chances, além do lateralesquerdo
Guilherme Santos e do meiaatacante
Lucas Gomes. Por ora, eles são as novidades
do Tricolor.
Mas neste primeiro jogo eles terão pouco tempo para se apresentar. Cristóvão Borges disse
que vai mudar todo o time no intervalo. Com a preparação curta nos Estados Unidos, ele teme
lesões neste início de temporada e não quer correr riscos. Os reservas também entrarão em ação.images (3)