São 27.429 mil casos confirmados nessa faixa etária no Estado

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio (SES) registrou, desde o início da pandemia, 51 mortes de crianças entre 5 a 11 anos por covid-19 e 27.429 mil casos confirmados. Deste total de óbitos, o município do Rio tem 62,7% das mortes (32 crianças). A campanha de vacinação para essa faixa inicia nesta segunda-feira (17) com meninas a partir de 11 anos.
 
A meta é vacinar cerca de 1,5 milhão de crianças em todo o estado. A recomendação da Secretaria Estadual de Saúde (SES) é que sejam vacinadas, primeiro, crianças com comorbidades e indígenas, seguidas das faixas etárias em ordem decrescente.
 
A vacina pediátrica aplicada será a da Pfizer, única autorizada até agora pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O órgão também destacou que a dosagem da Pfizer para crianças é menor, mas manteve o intervalo de 21 dias entre as doses. Para os maiores de 12 anos, é aplicado 0,3mL em ambas as doses. Já para as crianças entre 5 e 11 anos serão administradas doses de 0,2mL. 
 
Neste domingo, Ministério da Saúde já recebeu a 1,2 milhões de doses na segunda remessa de vacinas pediátricas contra covid-19 no aeroporto de Viracopos, em Campinas, São Paulo. Na primeira remessa, o Rio recebeu 93,5 mil doses. Ainda não foi informado quantas doses serão enviadas para o estado desta segunda remessa.
 
Confira o calendário de vacinação infantil no município do Rio:
 
Na segunda (17), meninas de 11 anos serão vacinadas. Na terça (18) é o dia dos meninos de 11 anos e na quarta (19) acontece a repescagem de meninos e meninas de 11 anos. Na quinta (20), a vacinação infantil será destinada às meninas de 10 anos, na sexta (21) acontece a vacinação de meninos de 11 anos. No sábado será a repescagem das crianças de 10 anos. Crianças de 5 a 11 anos com deficiência ou comorbidade podem se vacinar em qualquer data.
 
Mortes de crianças entre 5 a 11 anos no Brasil
 
Segundo dados do Sistema Sivep-Gripe, do Ministério da Saúde, mostrou que no Brasil, no período entre março de 2020 e dezembro de 2021, foram registradas 311 mortes por covid-19 entre crianças de 5 a 11 anos. Entre esses óbitos, pelo menos uma criança tinha uma doença pré-existente. O Sistema também indicou que 6.324 mil casos levaram à hospitalizações. 
 
Os resultados foram apresentados pelo secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, durante audiência pública sobre a vacinação de crianças contra a Covid-19 no país, no dia 4 de janeiro de 2022.
 
Fonte: Meia Hora