Mapa da Covid-19: RJ está com risco muito baixo pela 3ª semana seguida

0
43

Foram registrados nove municípios classificados em risco muito baixo e 83 municípios classificados em risco baixo

A 74ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada nesta sexta-feira (25/03) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), mostra que pela terceira semana consecutiva o estado do Rio de Janeiro está em bandeira verde, de risco muito baixo para Covid-19. A análise faz a comparação da décima primeira semana epidemiológica deste ano (SE 11), de 13 a 19 de março, com a nona semana (SE 09), de 27 de fevereiro a 5 de março.

O mapa desta semana mostra que as regiões Metropolitana I, Metropolitana II e Baixada Litorânea se encontram com bandeira verde (risco muito baixo). As regiões do Médio Paraíba, Serrana, Centro Sul, Baía de Ilha Grande, Noroeste e Norte permaneceram com bandeira amarela (risco baixo). Depois de dois meses consecutivos, o mapa não apresenta nenhuma região em bandeira laranja (risco moderado).

Nesta edição do Mapa foram registrados nove municípios classificados em risco muito baixo (bandeira verde) e 83 municípios classificados em risco baixo (bandeira amarela).

“Estamos em um momento de queda sustentada do cenário epidemiológico da Covid-19 no estado. Todas as regiões estão em risco baixo ou muito baixo para a doença. Apesar disso, é importante que as pessoas não abandonem a vacinação e retornem aos postos de saúde para completar o esquema vacinal. Além disso, os idosos com 80 anos ou mais já podem receber a dose adicional de reforço”, ressalta o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

A média móvel de atendimentos diários em Unidades de Pronto Atendimento (UPA) no período de 17 a 23 de março foi de 368. O dado corresponde a uma queda de 13,7% nos atendimentos de síndrome gripal nos últimos 14 dias. A média de solicitações de internação no período de 16 a 22 de março foi de 9 pedidos, o que indica uma queda de 22% de solicitações. Já a média da fila de espera para internação no período de 16 a 22 de março foi de 6 pessoas, indicando uma queda de 57% nos últimos 14 dias.

Fonte: Diário do Rio