Fim da emergência sanitária da covid-19 é anunciada pela OMS

0
12

Diretor-geral da agência garantiu que decisão foi tomada com cuidado, mas pediu cautela aos governos com as variantes do vírus

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou oficialmente o fim da emergência sanitária da pandemia da covid-19 nesta sexta-feira, 5. A decisão acontece após o 15° encontro do Comitê de Emergência da OMS e foi anunciada pelo diretor-geral da agência, Tedros Adhanom.

O Comitê destacou a tendência decrescente nas mortes, hospitalizações e internações em unidades de terapia intensiva pela covid-19 e os altos níveis de imunidade da população ao vírus, com 13.3 bilhões de doses da vacina administradas globalmente.
Em função disso, o diretor-geral determinou que a doença é um problema de saúde estabilizado e que não constitui mais uma emergência pública de interesse internacional.
“O Comitê reconhece que, embora o vírus da covid-19 esteja e continue circulando amplamente e evoluindo, não é mais um evento incomum ou inesperado”, afirma trecho de nota da OMS no site oficial da organização.
 
Segundo dados da OMS, foram 1.221 dias de vigilância e combate à pandemia. Desde a declaração de emergência em nível máximo na saúde pública mundial, em 30 de janeiro de 2020, cerca de 7 milhões de pessoas morreram em decorrência da doença, de acordo com quadro da organização em 3 de maio.
 
No entanto, Adhanom pediu para se manter cautela. Segundo publicação da OMS em suas redes sociais, as variantes ainda estão presentes e continuam a causar mortes. Por isso, os países precisarão fazer a transição do modo de emergência para o de gerenciamento da Covid-19 a longo prazo, juntamente com outras doenças infecciosas.
“A pior coisa que qualquer país pode fazer agora é usar esta notícia como motivo para baixar a guarda, para desmantelar os sistemas que construiu ou para enviar a mensagem ao seu povo de que a covid-19 não é motivo de preocupação”, pontuou o diretor-geral.
Adhanom enfatizou que não é uma “decisão precipitada”, mas “planejada e tomada com base em uma análise cuidadosa dos dados”. Também garantiu que não hesitará em convocar o Comitê para reestabelecer o status de emergência sanitária, caso a situação volte a descontrolar.
 
A OMS publicou esta semana a 4ª edição do Plano Estratégico Global de Preparação e Resposta para covid-19, que descreve ações críticas para os países em cinco áreas principais: vigilância colaborativa, proteção da comunidade, cuidados seguros e escaláveis.
Covid não acabou
 
A Organização Mundial da Saúde enfatizou que, embora a covid-19 não seja mais uma emergência sanitária mundial, a doença não desapareceu.
“Não podemos baixar a guarda”, frisou a diretora técnica da OMS para a covid-19, Maria Van Kerkhove, em declarações à imprensa.
“A fase de emergência acabou, mas a covid, não”, frisou.
 
Com informações da AFP
 
Por: Meia Hora