Muitas pessoas morreram nestes últimos dias com a Febre Amarela, tanto em Minas Gerais como em São Paulo. O maior problema é saber se a doença esta migrando para as áreas urbanas, como foi o caso do morador de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, que morreu após contrair febre amarela.  Mesmo assim, quem precisa viajar para regiões com risco de contaminação, pode procurar alguns postos de saúde da cidade, com 10 dias de antecedência antes de viajar.

O Governo Federal para fazer frente as doenças transmitidas pelos mosquitos tem de investir mais em equipamentos de combate as edemias, EPIs para os Agentes de Edemias, panfletos informativos e aparelhos para diagnosticar a doença etc. Existem dois tipos de febre amarela: a silvestre, transmitida pela picada do mosquito Haemagogus , e a urbana transmitida pela picada do Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue e que foi reintroduzido no Brasil na década de 1970, matando milhares de pessoas.

O Município de Seropédica é cortado por 3 Rodovias Federais, a Presidente Dutra (BR 116), Estrada Rio São Paulo (BR 465) e o Arco Metropolitano (BR 493). Milhares de pessoas de todo Brasil circulam por aqui todos os dias, muitos param nas áreas de convivência, hotéis, pousadas, posto de gasolina, restaurantes, bares etc. E com isso alguns caminhões ou veículo pode transportar o mosquito contaminado com a Febre Amarela, ou uma pessoa infectada com a doença, transmitir para os mosquitos da região.

A recomendação do Ministério da Saúde é que toda pessoa que reside ou vai viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata, que são Áreas com Recomendação da Vacina contra febre amarela , deve se imunizar. A orientação se justifica porque a doença tem maior número de casos nos meses de dezembro a maio e a transmissão é considerada possível em grande parte do Brasil.

Em Seropédica as vacinas para Febre Amarela estão disponíveis às quarta-feiras pela manhã no Posto de Saúde Dr. José Bueno Lopes no Km 49 centro e nas sexta-feiras pela manhã na Clínica da Família do Vasquinho. A vacinação é recomendada para quem vai viajar para os locais onde apresenta possibilidade da Febre Amarela.

As pessoas que planejam turismo rural, pescaria, visitação de reservas naturais, parques ecológicos, cachoeiras, rios, florestas, parques urbanos, bem como aqueles que praticam atividades laborais relacionadas ao extrativismo, à fauna e à flora em ambientes rurais e silvestres, também devem se prevenir da picada do mosquito usando roupas que protejam todo o corpo e repelentes e evitando ou reduzindo a exposição no horário de maior risco: entre 9h e 16h.

Estas medidas também são importantes para evitar doenças como a zika, dengue e chikungunya, transmitidas pelo mesmo mosquito Aedes aegypti .

Faça o seu comentário