Seropédica, Carapebus, Vassouras, Quatis, Carmo, Cordeiro, Aperibé e Santo Antônio de Pádua estão com atenção redobrada da Secretaria Estadual de Saúde

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ) decidiu reforçar o monitoramento dos casos de dengue em 6 cidades fluminenses onde a taxa de incidência da doença está superior a 50 casos por 100 mil habitantes. São elas:

  • Seropédica (Região Metropolitana);
  • Carapebus (Norte Fluminense);
  • Vassouras (Sul Fluminense);
  • Quatis (Médio Paraíba);
  • Carmo (Região Serrana)
  • Cordeiro (Região Serrana).

Em entrevista recente ao jornalista Edimilson Ávila, da ”TV Globo” e do portal ”G1”, o secretário Alexandre Chieppe ressaltou que as cidades de Aperibé e Santo Antônio de Pádua, ambas no Noroeste do estado, também estão sendo monitoradas de perto pela SES-RJ.

Ainda segundo a secretaria, desde o começo de 2022, três pessoas morreram de dengue no RJ, sendo duas na capital e uma em Santo Antônio de Pádua. A nível de comparação, em todo o ano de 2021, por exemplo, foram apenas quatro óbitos. Já em 2020, apenas sete.

Fonte: Diário do Rio