Caminhoneiro arrasta carro por vários quilômetros matando motorista na RS-235
16 de junho de 2024

Um homem morreu e outra pessoa ficou ferida, quando um caminhoneiro, dirigindo veículo possivelmente sem freio em em péssimas condições, arrastou por quase dois quilômetros um automóvel. A colisão ocorreu na tarde deste sábado (15) na praça de pedágio da RS-235, em Gramado, na Serra Gaúcha.

Segundo apurado pelo Estradas.com.br, com exclusividade, o caminhão está com o certificado de validade do cronotacógrafo vencido desde 20/07/2023, dentre outras irregularidades.

O equipamento é obrigatório e permite identificar velocidade praticada, distância percorrida e tempo de direção. Informações essenciais para a perícia.

O portal ainda identificou que o veículo tem várias multas por excesso de velocidade, em rodovias estaduais e federais. Sendo que uma delas por transitar com velocidades entre 20% e 50% acima do limite, considerando ainda a tolerância de 7%.

Nº do AI R678638268
Valor do Boleto 195,23
Placa/UF IJF4F98-RS
Renavam: 00727498401
Local da infração BR – 386 KM – 305 UF – RS
Código da Infração 74630
Descrição da Infração Transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 20% até 50%
Data da Infração 14/09/2023
Hora da Infração 13:36
Amparo Legal 218 II
NIT/NAP 80833433
Pontos 5

Além disso, o proprietário do veículo, cujas iniciais são A. R. D. , teve a CNH suspensa pelo Detran do Rio Grande do Sul em edital publicado no Diário Oficial em 28 de Fevereiro de 2024.

Mas segundo o Batalhão Rodoviário da Brigada Militar, que atendeu a ocorrência,  não era o proprietário quem conduzia o veículo na hora do sinistro(acidente) e sua CNH está em dia.

Vídeo registra o caminhão arrastando o carro mas quem filma não percebe

De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM)  o Citroën Picasso, conduzido pela vítima fatal, tem placa de Taquara(RS) e seguia no sentido Gramado-Nova Petrópolis.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Nova Petrópolis, o veículo estava parado próximo à cancela do pedágio quando foi atingido pelo caminhão carregado de adubo, que teria sofrido uma pane nos freios, arrastando o carro por 1,5 quilôetros, conforme esclareceu o CRBM. A colisão traseira aconteceu por volta das 13h45 no KM 26 da rodovia.

Um passageiro de automóvel que seguia atrás do caminhão registrou os últimos momentos do caminhão arrastando o automóvel e os ocupantes do carro achavam que o motorista estava freiando.

O motorista do Citroën, de 63 anos, faleceu no local do acidente. A passageira do carro e o motorista do caminhão ficaram feridos e foram encaminhados ao Hospital São Miguel Arcanjo, em Gramado. A mulher sofreu ferimentos graves.

Veículo não está autorizado a transportar carga, segundo site da ANTT

Ao consultar o Registro Nacional de Transportador de Cargas da ANTT, o Estradas.com.br apurou que está suspensa a autorização para que o transportador transporte cargas. O que estava ocorrendo sem nenhum temor.

O veículo também não está cadastrado como pertencente ao transportador informado em site de fretes, onde constam o nome do proprietário e o respectivo RNTRC.

Além disso, os pneus estão em péssimo estado e supostamente a manutenção dos freios também, ou então o motorista acelerava sem parar arrastando o carro por 1,5 km. Somando-se a isso o cronotacógrafo vencido, fica evidente que o caminhão tem circulado na região sem ser incomodado sequer pela falta da aferição do tacógrafo.

Fonte: Estradas

Área de comentários

Deixe a sua opinião sobre o post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentário:

Nome:
E-mail:
Site: